Ambiente climatizado: o que é e qual a sua importância?

A climatização de ambientes é uma forma de garantir a qualidade do ar e o equilíbrio da temperatura, proporcionando mais conforto e produtividade para todos que frequentam e trabalham no local. 

Essa é uma estratégia que pode ser utilizada tanto em residências quanto em ambientes empresariais e industriais, sendo altamente recomendado para ambientes hospitalares e quaisquer outros ambientes laborais com fluxo de pessoas diariamente.

Nossa disposição e produtividade são diretamente afetadas pelas condições do ar e da temperatura do local em que estamos, sendo a climatização de ambientes um investimento valioso para criar uma experiência completa para o consumidor e uma rotina acolhedora para os funcionários.

O que é um ambiente climatizado?

Um ambiente climatizado corresponde a um espaço cujas condições do ar são propícias e qualificadas em termos de umidade, pressão e temperatura. 

São considerados climatizados todos os ambientes em que operam equipamentos que têm a finalidade de realizar regulagem térmica e purificação do ar, como os climatizadores e ar-condicionado. 

Qual a importância de ter um ambiente climatizado?

Já parou para pensar na quantidade de doenças que poderiam ser propagadas em ambientes como academias, hospitais, shoppings ou supermercados se não houvesse um bom sistema de climatização?

Ou, ainda, já pensou nas péssimas condições em que funcionários teriam que trabalhar sem um projeto de climatização em galpões, indústrias ou armazéns?

Mais do que a garantia de uma temperatura agradável, o projeto de climatização garante ao local a renovação, circulação e higienização do ar, pois quando o ar não circula e é respirado muitas vezes pelas pessoas, o oxigênio vai reduzindo e vamos começando a sentir uma tremenda indisposição.

É muito importante que as organizações ofereçam aos clientes e funcionários as condições mais qualificadas de temperatura e saúde do ar, visando o bem estar de todos e a prevenção da propagação de doenças.

Por fim, o ambiente climatizado ajuda também a não agravar quadros de problemas respiratórios em função da baixa umidade do ar ou do acúmulo de resíduos indesejados.

Lembrando que a legislação brasileira determina a manutenção regular de sistemas de climatização em prédios públicos e privados, além de existirem normas que determinam a salubridade de um local de acordo com a exposição a diferentes níveis de calor.

Como fazer um projeto de climatização?

Como vimos antes, para ter um ambiente climatizado, é preciso ter um projeto de climatização estratégico e bem executado, contando com o suporte de excelentes equipamentos e a instalação adequada. 

Abaixo listamos as principais etapas do desenvolvimento de um projeto de climatização que, é válido frisar, é recomendável realizar junto de uma empresa especializada para garantir o olhar técnico necessário.

#1 Diagnóstico 

Em um primeiro momento, o ideal é avaliar o cenário como um todo, entendendo a circulação natural do ar, o fluxo de pessoas e a metragem do lugar. 

Uma série de informações devem ser levadas em conta na hora de traçar o diagnóstico inicial do projeto de climatização para garantir que o que será projetado nas próximas etapas contemple verdadeiramente as necessidades do espaço.

#2 Desenho técnico

O desenho técnico é a projeção em planta do que se espera alcançar em termos de resultado com um ambiente climatizado, visualizando o fluxo de ar esperado. 

Um especialista será capaz de avaliar da melhor maneira e traçar uma projeção adequada e qualificada, determinando quais os melhores equipamentos para realizar a climatização.

#3 Instalação de equipamentos

Na sequência, tendo como base as projeções do desenho técnico, deve ser feito o investimento nos equipamentos necessários, em geral, o climatizador de ar industrial, altamente recomendado para projetos em ambientes laborais.

A instalação pode ser feita nas paredes, no teto e pode contar também com o uso de aparelhos portáteis. É importante que a instalação seja feita corretamente, pois isso afeta diretamente na vida útil do aparelho.

#4 Manutenção recorrente

Por fim, manter uma rotina de manutenção dos aparelhos e do projeto de climatização como um todo é uma das formas de garantir que tudo está funcionando adequadamente e que o ambiente está promovendo bem estar e conforto, dentro das normas e legislação.

No caso dos climatizadores de ambiente, a limpeza de manutenção pode ser feita mensalmente e a troca dos filtros pode ocorrer depois de certo tempo de uso. Opte sempre por aparelhos com painéis evaporativos feitos de celulose, pois tem maior qualidade.

A manutenção é parte super importante do projeto, pois garante a estabilidade da climatização e garante que seu funcionamento seja sempre efetivo.

Conferir mais artigos